Pular para o conteúdo principal

Postagens

LeNormand - visita ao tumulo da criadora do baralho cigano.

Mademoiselle Marie-Anne-Adelaïde LeNormand ou simplesmente Mlle. Lenormand foi uma famosa cartomante francesa que criou sistematizou o baralho cigano, ficou famosa por ter sido presa por Napoleão após a previsão de sua separação, fato que impulsionou ainda mais sua carreira. Em nome da Mademoiselle Lenormand foi impresso um jogo com 36 cartas, por volta de 1840, à cargo da casa impressora Grimaud. Ficou conhecido como o Pequeno Lenormand e somente décadas após passou a ser reproduzido com a designação de "Baralho Cigano". Possui cerca de trinta livros inéditos sobre quiromancia, cartomancia e outras ciências esotéricas. Em 25 de junho de 1843, aos 74 anos de idade, foi enterrada em Paris, no cemitério Père Lachaise. 

Fonte: http://www.clubedotaro.com.br/site/h23_19_lenormand.asp
Postagens recentes

Nicolau Flamel - Visita à Casa do Alquimista (Paris-França)

Cartaz R+C de 1623

Réplica do Cartaz afixado nas ruas de Paris|França no ano de 1623. Em memória do aniversário de 400 anos de publicação das "Núpcias Alquímicas de Christian Rosenkreutz" em 1616.

Tesouros do Pico do Junípero

Tesouros do Pico do Junípero, contém as orientações mais sutis e reveladoras. São seleções para os praticantes mais experientes, com ênfase na visão e na combinação de meditações conceituais e não conceituais. Dentre os temas abordados temos:  Ensinamentos introdutórios, Conselho sobre como praticar as instruções profundas,  O estado desperto autoliberado, As 21 instruções essenciais, A instrução ‘Apontando para a Velha Senhora’, Descer mantendo a visão superior, A Guirlanda de Cristal da prática diária, A Guirlanda Dourada Preciosa de instruções de meditação, O ciclo de pontos essenciais, Conselho para combinar desenvolvimento e consumação, as práticas dotadas e desprovidas de conceitos, Instrução para mulheres sobre como atingir a iluminação sem abandonar as atividades diárias, Iniciação da manifestação da mente primordial, Sinais e níveis do progresso, Conselho para alcançar a iluminação no momento da morte, Os cinco bardos, O tesouro da Caverna de Cristal do Lótus.
Comentário do …

Da Rosa Cósmica de Khunrath - Segunda Parte

Como apresentado na primeira análise a “Rosa Cósmica” de Khunrath, em Amphitheatrum sapientiae aeternae. [Hamburg: s.n., 1595, a figura “Crística” é central tendo em vista que trata-se de uma produção da QBLH cristã, sendo o Pentagramaton o “Grande Selo”. Na figura Ele está representado como Cristo Ressurreto (Fênix) em meio ao Sol (Tipharet), de onde emanam (ou convergem) todos os Nomes de D’us, sendo que em destaque nos raios solares está em sentido anti-horário seu Grande Nome (YHShVH, ou seja Espírito Santo em nome de YHVH, a fórmula D’us-Homem). Apresentamos a figura analisada em destaque (Arco de Nuvens) e a figura completa de nossa análise até este ponto para localizar as referências ao leitor.  É ao redor deste “Grande Selo” que se organiza o universo simbólico da “Rosa Cósmica” e onde figura o primeiro Arco de Nuvens de onde prosseguiremos nossa simplória análise. Acima da ponta superior do pentagrama temos a esfera mais escura com a inscrição Ain Soph o “Ilimitado”, ou seja,…

Refúgio Supremo

"Tomo refúgio no Buddha, Dharma, e Sangha. Tomo refúgio no Guru, Deva, e Dakini. Tomo refúgio no Prana, Nadi e Bindu." Longchen Nyingthik

Pessach e Páscoa

"Fazeis a vossa Páscoa? Bem fazeis. Eu nunca disse o contrário. É até o vosso dever. Ireis me prometer que, quando a fizerdes, em honra a esse grande dia, não tereis rancor contra ninguém e que amareis aos que vos tenham feito mal, como aos que vos tenham feito bem." - Mestre Philippe de Lyon, Ensinamento 770;